Tag Archives: Sal

Sal: sabor

29 maio

curry

O sal, ou cloreto de sódio, é um composto constituído pelos elementos sódio e cloro e está presente nos alimentos através da adição do sal de cozinha ou em produtos industrializados. Ingerindo 5g de sal por dia mantemos o equilíbrio do corpo, isto é, um balanço ideal dos nutrientes e de água dentro das células.
O sal não seria um vilão se a sua ingestão fosse controlada e permanecesse dentro dos padrões normais. A quantidade de sal recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) fica em torno de 5g por dia, o que equivale a menos de uma colher de chá rasa ou cinco pacotinhos servidos em restaurantes, já que cada um contém 1g. Porém, uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) mostrou que o brasileiro ingere 13g por dia, em torno de 260% mais do que o necessário. Pessoas com altos níveis de sódio no organismo podem desenvolver pressão alta, aumentando assim o risco de doenças cardíacas e derrames.

Assim, apresentamos a vocês o curry, uma mistura de temperos naturais, de origem indiana, composta por vários ingredientes que podem variar conforme a região onde ele foi produzido. Nesta receita, o curry é composto por coentro, cúrcuma, feno grego, mostarda, cominho, gengibre, pimenta-vermelha, aipo, endro, pimenta-branca, cravo da índia, noz moscada e canela. Ele pode substituir o sal em diversas preparações, a fim de evitar o consumo exagerado de sal e não perder o sabor da preparação. Devido à presença das ervas, o tempero é antioxidante, antiinflamatório e facilita a digestão.  O curry combina com carnes em geral, mariscos, legumes e arroz.


 

Frango ao molho de Curry (sem sal)

Ingredientes:

  • 2 e ½ colheres (sopa) de manteiga ou margarina sem sal
  • 1 cebola média cortada em cubos pequenos
  • 1 dente de alho cortado em cubos pequenos
  • 1 kg de peito de frango cortado em cubos médios
  • 4 colheres (sopa) de curry
  • 1 caixa de creme de leite

Modo de Preparo:

  1. Em uma panela, colocar a manteiga ou margarina
  2. Acrescentar a cebola e o alho
  3. Refogar
  4. Colocar o peito de frango
  5. Acrescentar o curry e misturar
  6. Cozinhar por 20 minutos
  7. Ainda na panela, colocar o creme de leite
  8. Misturar com os demais ingredientes
  9. Servir

Sugestão: Pitadas de curry no frango depois de pronto, para realçar o sabor.

Tempo de pré-preparo (corte do frango, cebola e alho): 10 minutos
Tempo de preparo: 25 minutos
Utensílios utilizados: Tábua, faca, panela, colher de sopa, colher de madeira ou de silicone para misturar.
Rendimento: 8 porções
Fonte-receita: Adaptada de acervo próprio
Fonte-imagem: Acervo próprio
Testada: (x) sim ( ) não


Referências

BEZERRA, Michele do Nascimento. Aceitação do sal de ervas em dieta hipossódica. Universidade de Brasília. Disponível em: <http://bdm.bce.unb.br/bitstream/10483/349/1/2008_MicheleNascimentoBezerra.pdf&gt;. Acesso em 26 de maio de 2014.

Conheça os benefícios e maneiras de utilizar o curry. Disponível em: <http://www.biotipopsicologia.com.br/novosite/index.php/component/content/article/37-receitas/135-conheca-os-beneficios-e-maneiras-de-utilizar-o-curry> Acesso em 20 de maio de 2014.

8 benefícios de saúde do Curry. Disponível em: <http://centrodeartigos.com/dieta-e-perda-de-peso/artigo-5039.html> Acesso em 20 de maio de 2014.

OMS divulga novas orientações para consumo diário de sal e potássio. Disponível em: <http://prodietnutricao.com.br/blog/2013/02/14/oms-divulga-novas-orientacoes-para-consumo-diario-de-sal-e-potassio/#.U4diznJdUSt> Acesso em 20 de maio de 2014.

O consumo adequado de sal em nossas mãos

23 ago

O sódio é um mineral que participa de funções importantes em nosso corpo como o equilíbrio de água no organismo, contração muscular, frequência cardíaca, entre outras.

As principais fontes de sódio em nossa alimentação são: sal de cozinha, carnes bovinas e suínas, leite e derivados, batatas e grãos. Outras fontes são aditivos utilizados para conservar ou realçar o sabor dos alimentos industrializados como, por exemplo, o glutamato monossódico, que é adicionado em macarrão instantâneo, caldos de carne e molhos prontos.

A recomendação preconizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) indica que um adulto deve consumir menos de 2,0 g de sódio por dia (2.000 mg), o que corresponde a 5,0 g de sal de cozinha. Em termos de referência dessa quantidade, 5,0 g de sal corresponde a uma colher de chá rasa ou cinco pacotinhos daqueles servidos em restaurantes, já que cada um contém 1,0 g. O brasileiro consome por dia cerca de 12 g de sal,  ou seja, duas vezes e meia acima do limite preconizado pela OMS.

A relação entre o excesso de consumo de sal e pressão alta foi confirmada por diversos estudos. Um deles, publicado em agosto de 2008 do American Journal of Clinical Nutrition, concluiu que pessoas que ingerem mais sal têm pressão mais alta, independentemente da condição genética ser favorável ou não favorável à hipertensão arterial. Pesquisa do Ministério da Saúde mostra que a proporção de brasileiros diagnosticados com essa doença crônica vem aumentando nos últimos anos sendo o mais importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Na jornada para cuidar da nossa saúde é preciso verificar sempre o conteúdo de sódio dos alimentos industrializados e escolher alimentos com menor teor do mesmo. Outra medida importante é substituir o sal por temperos naturais, como cebola, alho, salsinha e limão.

No preparo das refeições o uso correto das medidas dos ingredientes, além de nos auxiliar com o sucesso das receitas, é um forte aliado para adequar as quantidades dos nutrientes de uma dieta. Uma das medidas mais utilizadas é a colher de chá (rasa) que contém 5,0 g. A mesma colher cheia contém 12,0 g. Assim, medir a quantidade de sal adicionada no preparo das refeições auxilia a avaliar com maior precisão a quantidade de sódio consumida no dia.

É de grande importância rever os nossos hábitos com relação à ingestão de sal e fazer melhores escolhas, pois uma pequena medida pode fazer toda a diferença em nossa saúde.

Referências

http://www.spc.pt/DL/RFR/artigos/131.pdf

http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=36868&janela=1

http://www.sbh.org.br/geral/noticias.asp?id=152

http://ajcn.nutrition.org/content/88/2/255.full.pdf+html?sid=69b5412c-578e-430a-a24b-c1bd6e2a36e5

SARNO, Flavio et al. Estimativa de consumo de sódio pela população brasileira, 2002-2003. Rev. Saúde Pública 2009, vol.43, n.2, pp. 219-225. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102009005000002