O que você sabe sobre o milho?

15 nov

Milho

Consumido pelos povos americanos desde o ano 5 mil a.C., o milho foi a alimentação básica de várias civilizações importantes ao longo dos séculos. Os Maias, Astecas e Incas reverenciavam o cereal na arte e religião e grande parte de suas atividades diárias eram ligadas ao seu cultivo.
No Brasil, o cultivo do milho vem desde antes do descobrimento. Os índios, principalmente os guaranis, tinham o cereal como o principal ingrediente de sua dieta. Com a chegada dos portugueses, o consumo aumentou e novos produtos à base de milho foram incorporados aos hábitos alimentares dos brasileiros.
Além das fibras, o grão de milho também é constituído de carboidratos, proteínas, vitaminas (complexo B) e sais minerais (ferro, fósforo, potássio, cálcio).
É um alimento extremamente versátil, podendo ser consumido diretamente ou como componente para a fabricação de balas, biscoitos, pães, chocolates, geleias, sorvetes, maionese e até cerveja. Cultivado em todo país, é a matéria prima principal de vários pratos culinários como cuscuz, polenta, angu, bolos, canjicas, mingaus, cremes, entre outros.
Alguns tipos de milho:

Milho Verde: A cultura do milho verde sempre foi uma tradição no Brasil, pode ser consumido cozido ou assado, na forma de curau, como suco e ingrediente para fabricação de bolo, biscoitos, sorvetes e pamonhas.

Milho de pipoca: A diferença do milho de pipoca é que ele tem menos água (cerca de 14,5%) do que o milho verde e seu pericarpo tem uma casca quatro vezes mais resistente que a dos milhos que usamos em outras preparações.
O calor faz com que a água de dentro do grão se transforme em vapor, que tenta sair e empurra a casca do pericarpo. Ao mesmo tempo, o amido, antes sólido, começa a virar uma espécie de gelatina, aumentando de tamanho. A pressão é tanta que a casca estoura. Em contato com o ar, o amido gelatinizado se solidifica e se transforma na espuma branca que comemos.

Milho branco: É uma variedade de milho bastante difundida no Brasil. O sabugo é fino, os grãos são brancos, profundos, pesados e de textura média. Tem como uma das principais finalidades a produção de canjica, ou mungunzá, como esta preparação é conhecida no Nordeste.

Referências bibliográficas

Aspectos físicos, químicos e tecnológicos do grão de milho
http://www.cnpms.embrapa.br/publicacoes/publica/2006/circular/Circ_75.pdf‎

O Cereal que enriquece a alimentação humana – Abimilho, 2011.
Disponível em: Acessado em 09/11/2013.

A cultura do milho verde – Andrea Rocha Almeida de Moraes, 2009.
Disponível em: Acessado em 09/11/2013.

Como o milho vira pipoca? – MARINA MOTOMURA, 2012.
Disponível em: http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-o-milho-vira-pipoca> Acessado em 09/11/2013.

Milho Branco – Wikipedia, 2010.
Disponível em: Acessado em 09/11/2013.

Fonte da imagem
Milho e a sociedade americana – multiploscaminhos.blogspot.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: