Cuidados na escolha e no preparo de carnes bovinas

3 jul

Carnes bovinas

Para se obter uma refeição deliciosa com uma carne saborosa e segura, devemos tomar alguns cuidados básicos na hora da escolha, pré-preparo e preparo dessa carne.

Para escolhe e comprar a carne, o primeiro passo importante é tomar conhecimento da origem da carne e verificar se ela apresenta o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura, este selo dá a garantia ao consumidor da sanidade e segurança alimentar do produto de origem animal que está sendo produzido. O segundo passo é observar o aspecto da carne em si. Ela deve apresentar cor vermelha brilhante, com gordura bem distribuída, sem excesso; não pode ter hematomas ou estar ressecada, e deve ter um cheiro de carne fresca.

O pré-preparo depende do tipo de preparo que será escolhido e o preparo vai depender da parte do boi que será usada.

Em sequencia daremos alguns exemplos de preparo para alguns cortes.

Assados: A carne deve ser temperada com, no mínimo, 4 horas de antecedência. A temperatura do forno varia de acordo com o tamanho do corte entre 200º C a 220º C.

Bifes: Alguns tipos de carne podem ser cortados na forma de bifes. Eles devem ser temperados e levados à frigideira com um fio de azeite. De acordo com o tempo ele poderá ser classificado como mal passado (2 minutos de cada lado), ao ponto (4 minutos de cada lado) ou bem passado (5 minutos em fogo alto e de 8 a 10 em fogo baixo). Os bifes podem ser grelhados na brasa ou em grelhadores domésticos. Mas cuidado, carnes com gordura visível (picanha) podem provocar chamas de fogo!

Salteados: Pequenos pedaços de carne como medalhões e costelas podem ser salteados. Os cortes já temperados são levados à uma frigideira pré aquecida a fim de criarem uma crosta no exterior (selar) e conservar os sucos no interior.

Cozidos: Para cortes de carnes relativamente duros é melhor adotar o cozimento. A dica é usar panelas pequenas, onde caiba apenas o pedaço de carne, a fim de usar apenas a quantidade de líquido necessária. A duração é de 2 a 3 horas, à fogo brando (50 a 70ºC) – em fogo forte, pode desidratar a carne.

Dos tipos de carne, a alcatra, por exemplo, pode ser consumida na forma de bifes ou assada; o filé mignon também na forma de bifes ou de medalhões. O acém pode ser consumido de forma cozida em pedaços de bife ou moída; a paleta e a fraldinha também podem ser consumidas de forma cozida (esta, principalmente no vinho).

Agora, juntando sabor e segurança em uma refeição não há quem resista. E depois dessas dicas, fica fácil em não errar.

Fonte-imagem: sites BBel , Cozinha a dois, Veja SP e Intermezzo Gourmet

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: