Alimentos Diet e Light, características e considerações

1 jun

DIET

A promoção de práticas alimentares e estilo de vida saudável fazem parte do conjunto de indicações do Ministério da Saúde para cumprir a responsabilidade de promover e proteger a saúde da população. Facilitar a escolha de alimentos saudáveis a partir das informações contidas nos rótulos de alimentos foi uma das estratégias desenhadas pela Política Nacional de Alimentação e Nutrição. A preocupação com saúde e bem-estar vem gerando um aumento na procura por alimentos como funcionais, orgânicos, diets e light. Os segmentos de produtos diet e light aliados às tecnologias de produção de alimentos continuam a ganhar espaço e apresentam-se como estratégias para uma oferta de alimentos com características organolépticas atrativas e que se enquadrem em dietas com restrições, como o caso dos diabéticos.

Considerações devem ser feitas durante a inclusão destes produtos na dieta, eles devem ser observados a partir do objetivo para o qual são oferecidos. Produtos diet são aqueles que possuem restrição de determinado nutriente, e portanto, são recomendados para indivíduos que possuam restrição da ingestão deste. Já o uso da alegação light cabe a alimentos que forem reduzidos em algum nutriente, portanto para produtos que apresentem redução de algum nutriente em comparação a versão convencional do mesmo alimento.

Ainda que haja avanço na área de processamento e tecnologia de alimentos, considerações devem ser feitas. Para que sejam produzidos produtos palatáveis e atrativos, a restrição ou redução de determinados ingredientes nos produtos necessita da inclusão de substituintes. Atualmente a indústria de alimentos conta com diversas alternativas para que características desejáveis sejam obtidas. Em um alimento diet que seja restrito da adição de açúcar, ou ainda, um alimento light com teor reduzido de gorduras, é necessário que seja adicionado ingrediente tanto para conferir o sabor que estes ingredientes conferem como também outras características como textura. Como exemplo da primeira situação é possível citar o chocolate diet, onde a grosso modo observa-se restrição da adição de açúcar e inclusão de edulcorantes (adoçantes) e gordura que garantem respectivamente sabor doce e textura.

Observando o caso do chocolate diet, podemos inferir que ainda o produto diet atenda às necessidades de um indivíduo diabético, o consumo deste por um indivíduo que não o seja não traria vantagens adicionais (já que o chocolate do exemplo não apresenta oferta calórica reduzida pois há adição extra de gorduras).

Chocolate Comum e DietFigura 1. Tabela Nutricional do Chocolate Comum e Chocolate Diet. Mesmo que não haja adição de açúcares no segundo caso ambos apresentam valores similares de calorias, carboidratos e o último apresenta maior teor de gorduras totais e saturadas.

Em alimentos classificados como light verifica-se também a importância da observação do rótulo e tabela nutricional. Em muitos casos são feitos ajustes em tamanho das porções. É necessário verificar se a porção observada no rótulo se transpõe à realmente consumida pelo indivíduo. Ainda que o alimento apresente menor valor calórico ou de determinado nutriente o consumo exacerbado superaria tais “vantagens”.

Muitos tratam de alimentos diet e light como grupos milagrosos que apresentariam potencial em superar momentos onde houve abusos. Estes alimentos vêm para facilitar o cotidiano da população no objetivo de manter uma dieta saudável. Tendo em vista o atual parâmetro da dieta ocidental e características de alimentos industrializados amplamente disponíveis, alimentos destas classes assumem relevância e são interessantes opções. No entanto, ao tratar de alimentação é imprescindível encará-la como questão que supera a ingestão ou não ingestão de nutrientes. Refletir sobre mudança de hábitos alimentares demanda reflexão sobre diferentes âmbitos com que a alimentação se relaciona, para isso, uma boa pedida seria o blog do GENTA (Grupo Especializado em Nutrição e Transtornos Alimentares). Formado por nutricionistas com experiência em tratamento e pesquisa de transtornos alimentares, as matérias do blog são de extrema relevância para os que se interessam por alimentação e áreas com as quais se relaciona.

Fonte-imagem: http://pattyy-fitness.tumblr.com/post/26017372812/alimentos-diet-e-light-qual-a-diferenca-desde-o

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: