Ervas e Especiarias

24 abr

ervas e temperos

Consideradas coadjuvantes entre os ingredientes das receitas, geralmente “roubam a cena” no resultado final do prato. Pequenos toques de ervas e especiarias proporcionam aromas e sabores especiais capazes de tornar uma comida inesquecível; e usadas de maneira adequada, podem até ter efeitos benéficos para a saúde do organismo. As ervas estão sempre relacionadas às especiarias, mas existem diferenças entre elas.

– ERVAS: são retiradas das folhas de algumas plantas, e, algumas delas, tem propriedades medicinais. Devem ser usadas com cautela, ter conhecimento e não fazer grandes misturas.

– ESPECIARIAS: ao contrario das ervas, são normalmente produzidas a partir de partes da planta com substâncias de reserve, tais como raízes, os caules ou os frutos (também podem ser utilizadas as flores). Geralmente são em pó ou grão.

As ervas também podem ser usadas para diminuir a quantidade de sal usada no preparo dos alimentos. Há tempos essas substâncias isoladas dos alimentos vêm sendo usadas para tratar doenças e o potencial terapêutico desses alimentos está sendo estudado em vários países. Possuem pouquíssimas calorias e têm uma versatilidade incrível, sendo utilizados nas mais diversas preparações.

Pode-se conferir algumas propriedades das ervas e especiarias utilizadas em nossa culinária.

  • Alecrim: facilita a digestão e combate a depressão. Seu óleo melhora circulação e possui um efeito levemente diurético. Suas folhas são usadas tanto frescas como secas para temperar molhos, cozidos e sopas.
  • Manjericão: possui atividade antimicrobiana. Ajuda na digestão, alivia cólicas, diminui a formação de gases. Aromatiza carnes e molhos.
  • Tomilho: contém óleo de timol; com várias propriedades medicinais que fortalece o sistema imune, bactericida, fungicida; e ainda é aconselhado para quem sofre de problemas respiratórios. Combina com carne de porco, aves e peixes, sopas purês e molhos.
  • Canela: digestiva e antioxidante; ajuda a prevenir osteoporose, a controlar a pressão sanguínea e a aliviar sintomas da menopausa. Utilizada em compotas, infusões, marinados, picles e ensopados (em casca) e bolos, pães, biscoitos, mingaus e doces (em pó).
  • Cardamomo: antioxidante, estimulante e digestivo. Pode ser usado em pratos indianos, tortas e bolos escandinavos, carne de carneiro e porco, fígado, peixes e sopas, arroz, bolachas, licores, café, conservas de arenque e saladas de frutas.
  • Curry: é feito com até 65 tipos de especiarias diferentes. Tem efeito estimulante e digestivo. Muito utilizado na culinária indiana em preparos como o arroz.

A presença de ervas e especiarias é indispensável em qualquer cozinha que se preze, elas servem para muito mais do que apenas enriquecer o paladar dos alimentos. O uso de ervas e especiarias é importante em uma alimentação saudável, pois realça o sabor do alimento, facilita a digestão, melhora a aparência da comida e muitos deles têm poder nutracêutico. Podendo prevenir doenças no estômago e ativar a digestão, além de serem ricos em vitaminas e minerais antioxidantes.

Fonte: Site Saúde em Movimento, Saber Viver e Nutrição em pauta

Fonte da imagem: site BBC Food Ingredients e Portal tudo aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: